quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Ibope: Dilma venceria qualquer adversário no 1º e no 2º turnos


A cinco dias das eleições presidenciais no Brasil, levantamento Ibope aponta que a presidenta e candidata à reeleição Dilma Rousseff ampliou de 9 para 14 pontos porcentuais sua diferença em relação à segunda colocada, Marina Silva (PSB). O candidato do PSDB, Aécio Neves se mantém em terceiro lugar. A pesquisa foi divulgada pelo jornal O Estado de S.Paulo, na noite desta terça-feira (30).


Ibope: Dilma é favorita no 1º e 2º turno contra qualquer adversárioIbope: Dilma é favorita no 1º e 2º turno contra qualquer adversário
Na simulação de 1.º turno, a pesquisa mostra que Dilma tem 39% das intenções de voto, um ponto porcentual a mais que na semana anterior. Marina caiu quatro pontos, de 29% para 25%, e Aécio se manteve com os 19% de intenções de voto diante do levantamento anterior.
Leia também:Datafolha aponta liderança de Dilma com 40%, Marina cai para 25%

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Caminhada das Tochas: emocionante momento da batalha eleitoral em PE

 



O Alto da Sé, ponto mais alto do sítio histórico de Olinda, ficou ainda mais eclético e colorido no fim da tarde do último domingo (28). Enquanto o sol ia se pondo e desenhando uma das mais belas paisagens do país, centenas de militantes e amigos do PCdoB subiam as ladeiras para participar de mais uma Caminhada das Tochas.



Caminhada das tochas. Fotos: Jan RibeiroCaminhada das tochas. Fotos: Jan Ribeiro
A atividade já se tornou tradição entre a militância pernambucana. Em todas as campanhas eleitorais, no domingo que antecede o dia da votação no primeiro turno, ao cair da noite os apoiadores das candidaturas 65 descem as ladeiras de Olinda, iluminando o percurso com tochas, bandeiras e palavras de ordem que chamam o povo olindense para lutar por mais avanços e desenvolvimento para a cidade e para o país.

O clima de confraternização era visível a partir do momento em que as primeiras pessoas se reuniram no pátio da igreja da Sé. O abraço, o sorriso, o adesivo no peito ostentado com orgulho e um clima de energia que contagiava aqueles que vieram à cidade histórica para ver as riquezas do artesanato e as manifestações culturais.

Pouco depois das 19h, com a chegada dos candidatos 65, as tochas começaram a ser acesas. A caminhada obedeceu o ritmo ditado pela população que fazia questão de abraçar a deputada Luciana e registrar em fotos e vídeos aquele momento único. Luciana Santos e Marcelino Granja seguiram em meio a abraços e manifestações de apoio.

Mais que uma ação de campanha eleitoral a Caminhada das Tochas leva consigo uma mística que é difícil de explicar. Não conseguiria, mesmo que tentasse muito, descrever o significado do silêncio carregado de emoção quando a passeata começa a descida da Ladeira da Misericórdia. É um tanto de respeito pela vista encantadora, um tanto de renovar a energia para a última semana de campanha e um tanto de certeza de que a luta do povo pode transformar o mundo.

Esses poucos minutos de silêncio irrompem numa alegria única. A chegada no Largo do Amparo já acontece pontuada por palavras de ordem, jingles cantados entre abraços e sorrisos. Naturalmente os clássicos hinos de carnaval fazem parte do repertório; tudo à capela e de forma espontânea. “Olinda quer, o povo chama, é Marcelino e Luciana” foram os versos mais cantados pelos militantes. A presidenta Dilma Rousseff, candidata a reeleição, também foi aclamada em uníssono pelos olindenses. “Renova, renova, renova a esperança. A Dilma é guerrilheira e da luta não se cansa”.

Ao movimento LGBT Dilma reafirma: "homofobia deve ser criminalizada"


 

No início da noite desta segunda-feira (29), em São Paulo, a presidenta Dilma Rousseff, candidata à reeleição, reforçou a ideia de criminalizar a homofobia e a importância de cumprir as leis pela garantia de direitos para a população LGBT. Dilma também recebeu apoio do movimento LGBT.



Movimento LGBT com Dilma. Foto: Ichiro GuerraMovimento LGBT com Dilma. Foto: Ichiro Guerra
Eu já disse que o meu governo e eu, pessoalmente, tanto pública quanto pessoalmente, sou contra a homofobia. E acho que o Brasil atingiu um patamar de civilidade que nós, a sociedade brasileira, o governo, todos nós, não podemos conviver com processos de discriminação que levem à violência”, reafirmou a presidenta Dilma.

domingo, 28 de setembro de 2014

TSE nega direito de resposta a Marina sobre propaganda do BC

 



O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, nesta terça-feira (23), pedido de direito de resposta feito pela coligação de Marina Silva, candidata do PSB à presidência, conta Dilma Rousseff.


  

A representação acusava a campanha da candidata à reeleição de veicular propaganda eleitoral contendo “ofensa pessoal” a Marina. Por maioria, os ministros entenderam não haver qualquer ofensa à candidata durante vídeo em que somente se alertava sobre as possíveis consequências maléficas da proposta de Marina Silva de dar autonomia ao Banco Central.

O caso começou a ser julgado na última quinta-feira (18), mas foi interrompido pelo o pedido de vista apresentado pelo ministro João Otávio de Noronha. Ao retomar seu voto, o ministro acompanhou o voto do relator, que já havia negado provimento ao recurso. “Eu assisti novamente o vídeo e não vejo motivo para conceder direito de resposta”, justificou.

Conforme reiterou o relator, ministro Tarcísio Vieira, não houve nenhuma ofensa pessoal destinada à Marina Silva na propaganda questionada. Para ele, a inserção não traz fato inverídico. A candidatura adversária apenas se viu no direito de alertar o eleitor das possíveis consequências da proposta de Marina.

Fonte: Agência PT de Notícias


 


Dilma anuncia medidas contra impunidade em programa na TV

O programa da campanha eleitoral pela reeleição da presidenta Dilma Rousseff deste sábado (27) mostrou as medidas contra a impunidade e a corrupção que Dilma irá em seu segundo mandato de governo.


 

Presidente do Olodum, filiado ao PSB, apoia Dilma e critica Marina

 


Os tambores coloridos, mundialmente conhecidos, tocavam na Rua das Laranjeiras, no Pelourinho, quando o advogado João Jorge abriu as portas da Casa do Olodum para uma entrevista exclusiva ao Vermelho, que aconteceu na tarde desta sexta-feira (26). João é presidente da organização, umas das importantes e conhecidas na luta pelo fim da discriminação. Ele esteve no encontro de representantes de 25 entidades negras, que, nesta semana, em Salvador, declararam apoio a Dilma Rousseff, do PT.


Reprodução
João Jorge.João Jorge.

O fato curioso é que, além de presidente do Olodum, João Jorge é também filiado ao PSB, partido que acolheu a ex-senadora Marina Silva e permitiu que ela concorresse a Presidência da República, após a morte de Eduardo Campos. A decisão de não apoiar a candidata do próprio partido chamou a atenção da nossa reportagem, que marcou com ele uma entrevista para conhecer os motivos da manifestação de descontentamento com Marina e de apoio à candidata adversária.

Com a Classe Operária em mãos, militância comunista vai às ruas

 



Neste sábado (27) a militância do PCdoB realizou o Sábado Vermelho nas ruas de várias cidades do estado do RJ e distribuiu o jornal A Classe Operária que destaca a importância da reeleição de Dilma. Também divulgou as candidaturas comunistas ao legislativo federal e estadual, além de lutar pela virada de Lindberg rumo ao segundo turno.


Bruno Ferrari
Militância do PCdoB nas ruas do RJ.Militância do PCdoB nas ruas do RJ.

Os militantes e dirigentes do PCdoB se reuniram nos principais pontos de concentração de eleitores para dialogar com a população sobre a importância de reeleger Dilma para garantir a continuidade dos avanços e da mudança que já vêm transformando o Brasil nos últimos 12 anos.
A militância comunista realizou atividades do Sábado Vermelho em Duque de Caxias, Belford Roxo, Queimados, Nova Iguaçu, Niterói, São Gonçalo, Piraí, Barra Mansa, Campos dos Goytacazes, Valença, e Volta Redonda, entre outras cidades.

Dilma é a melhor candidata para as brasileiras, diz Lìege



27 de setembro de 2014 - 10h46 
Reprodução
 

Lìege Rocha, secretária das Mulheres do PCdoB, afirma porque Dilma Rousseff é a melhor candidata para as mulheres brasileiras.


 

Relatório da CPI dos Convênios responsabiliza Sebastião Dias pela perda de recursos e pede a cassação do seu mandato



O município de Tabira perdeu milhões de reais em convênios que seriam destinados a diversas obras na cidade, uma delas, seria a construção de um estádio municipal que é um sonho antigo dos desportitas locais. A perda desses recursos foi motivo de muita polêmica e a partir daí criou-se a CPI dos Convênios na Câmara Municipal dos Vereadores para uma investigação mais detalhada e atribuir responsabilidades a quem de direito.

Em análise na Câmara, projeto define crimes de ódio e intolerância

 



A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 7582/14, da deputada Maria do Rosário (PT-RS), que define crimes de ódio e intolerância. O objetivo é punir a discriminação baseada em classe e origem social, orientação sexual, identidade de gênero, idade, religião, situação de rua, deficiência, condição de migrante, refugiado ou pessoas deslocadas de sua região por catástrofes e conflitos.



 Maria do Rosário.  Maria do Rosário. 
Quem agredir, matar ou violar a integridade de uma pessoa baseado nesses tipos de preconceito será condenado por crime de ódio e terá a pena do crime principal aumentada em no mínimo 1/6 e no máximo 1/2.

Já o crime de intolerância terá pena de um a seis anos de prisão, além de multa, para quem exercer violência psicológica (bullying); negar emprego ou promoção sem justificativa legal; negar acesso a determinados locais ou serviços, como escola, transporte público, hotéis, restaurantes; negar o direito de expressão cultural ou de orientação de gênero; e negar direitos legais ou criar proibições que não são aplicadas para outras pessoas. A exceção a essa regra é o acesso a locais de cultos religiosos, que poderá ser limitado de acordo com a crença.

Beth Carvalho apoia Dilma: Deixa Dilma me levar

 



A madrinha do samba, Beth Carvalho, afirma votar na Dilma, pois "ela fez um excelente governo. Seguiu os caminhos do Lula, continuou Bolsa Família, criou o Mais Médicos, Minha Casa Minha Vida, se preocupou com a integração da América Latina. Ela fez, um sonho meu que são as ferrovias, sempre sonhei com isso. Ela é uma mulher que tem um coração valente. Eu gosto dela, e voto nela".


 

sábado, 27 de setembro de 2014

EI PESSOAL! MARX VOLTOU!

Cultura

27 de setembro de 2014 - 10h58 
Divulgação
  

Marx Voltou: Minissérie argentina faz sucesso na internet


Um rapaz entra em um bar e senta-se no balcão. Leva um susto ao ver um homem de barba branca, tomando cerveja. “O que foi? Nunca viu Marx? Voltei para a Terra porque muito se fala sobre as minhas ideias, porém as estão desvirtuando”. A cena é uma das viagens entre o passado e o presente que fazem parte da minissérie argentina Marx voltou. Trata-se de uma criação do coletivo audiovisual Contraimagen e do Instituto de Pensamento Socialista (IPS). 


Já foram gravados quatro capítulos com duração de 15 minutos cada um, e o quinto será publicado em breve. Desde o lançamento, os episódios já foram vistos por mais de 300 mil pessoas no YouTube, além de circular em universidades, centros culturais e partidos políticos na Argentina.

“Burgueses e proletários”, “O mercado e as crises capitalistas”, “O Estado e a revolução” e “O comunismo” são os títulos dos quatro episódios, protagonizados pelo ator Carlos Weber, que já interpretou o filósofo alemão na montagem argentina da peça Marx no Soho, do historiador e dramaturgo norte-americano Howard Zinn. As ideias de Marx são expostas na minissérie com a ajuda de filmes antigos, achados audiovisuais na internet e animações, entre outros recursos.

“Quando lançamos a série, alguém postou o seguinte comentário na internet: ‘É um produto inclassificável, porém muito bom’. Se você assistir como ficção, ela conta a história de um rapaz lutando pelos colegas que foram demitidos. E você pode nem se dar conta da transmissão das ideias marxistas. Nós misturamos essa história com ideias didáticas sem perder o eixo narrativo-ficcional”, disse Javier Gabino, responsável pela direção e montagem dos vídeos. A minissérie está ambientada nos dias de hoje, no contexto de uma gráfica que começa a suspender e demitir seus funcionários. Martín (Martín Scarfi), um dos operários e protagonista da história, lê o “O manifesto comunista” e acaba se encontrando com Marx. Dessa forma, os episódios começam a mostrar, pela voz do autor de “O Capital”, as ideias revolucionárias sobre classes sociais, as crises, o Estado e o comunismo.

“É impressionante a atualidade das ideias de Marx mundialmente, a partir da crise capitalista de 2008. São temas muito atuais e ainda mais pelo que se conhece por sindicalismo de base. Os que mais se interessaram foram parte de uma nova classe que procura novas respostas na Argentina. Nos últimos anos, a esquerda teve um avanço político e social bastante amplo”, acrescentou Gabino.

Fonte: Opera Mundi

Assista o primeiro capítulo de Marx Voltou abaixo:

Dilma sobre regulação da comunicação: “Estamos maduros para isso”

 


A presidenta Dilma Rousseff, candidata à reeleição, se encontrou com jornalistas blogueiros, nesta sexta-feira (26), no Palácio da Alvorada, em Brasília. Dilma ouviu as propostas e reivindicações dos blogueiros e respondeu às suas perguntas.


Ichiro Guerra
  
Participaram do encontro oito blogs representados por Altamiro Borges, (Blog do Miro e Centro de Estudos da Mídia Barão de Itararé); Miguel do Rosário (O Cafezinho), Renato Rovai (Revista Fórum), Paulo Moreira Leite (Brasil 247), Kiko Nogueira (Diário do Centro do Mundo), Conceição Oliveira (Maria Frô), Conceição Lemes (Viomundo) e Eduardo Guimarães (Blog da Cidadania).

O jornalista Altamiro Borges, foi o primeiro a perguntar, e falou da necessidade de regulação dos meios de comunicação como forma de fortalecer a democracia. “Por que nada foi feito no seu governo a respeito dessa questão?”, questionou o jornalista lembrando que países como Estados Unidos e México já promoveramaltami tais medidas.
Concentração

Com Dilma renda do trabalhador sobe, e na época dos tucanos diminuía


26 de setembro de 2014 - 18h28 
Reprodução
  


No boletim da Rádio Vermelho desta sexta-feira (26) saiba porque no Brasil de Lula e Dilma a renda do trabalhador continua subindo, enquanto nos governos dos tucanos só diminuía. O programa também destaca as afirmações de Lula de que o Brasil ousou em tornar um negro médico, TSE concede direito de resposta para o PT na revista Veja e participantes do Atleta na Escola têm prazo para apresentar resultados.

Por Ramon de Castro e Tayguara Ribeiro, para a Rádio Vermelho


Ouça o boletim na Rádio Vermelho:

 OUVIR

Download  BAIXAR ARQUIVO

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Urariano Mota: Marina Silva e Deus

26 de setembro de 2014 - 12h47 

Reprodução
  

 



Em sua coluna Prosa, Poesia e Política, o escritor e jornalista pernambucano Urariano Mota fala sobre o caráter religioso de Marina Silva. Para Urariano, a candidata oposicionista do PSB responsabiliza Deus por tirá-la do voo da tragédia de Eduardo Campos, mas ignora o fato de que é o mesmo Deus também responsável por ter tirado a vida de Eduardo de forma tão cruel.

Por Ramon de Castro, para a Rádio Vermelho


Ouça a coluna na íntegra na Rádio Vermelho:

 OUVIR

Download  BAIXAR ARQUIVO

Dilma pode vencer a eleição no primeiro turno

Reprodução
  

 



No boletim de noticias da Rádio Vermelho desta quarta-feira (24) saiba o resultado da recente pesquisa eleitoral que aponta possível vitória de Dilma Rousseff já no primeiro turno. O programa também fala sobre o discurso da presidenta Dilma na ONU em que pede maior participação dos países em desenvolvimento, encontro mundial de jovens sindicalistas será em novembro no Brasil e voluntários terão papel importante nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016.


Por Humberto Alencar e Ramon de Castro, para a Rádio Vermelho

Ouça o boletim na Rádio Vermelho:


 OUVIR

Download  BAIXAR ARQUIVO

Movimento negro apoia reeleição da presidenta Dilma

 



Confira o vídeo com manifestações de líderes do movimento negro no Brasil que apoiam a reeleição da presidenta Dilma Rousseff.


 

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Flavio Dino na TV: Me ajudem a espalhar a verdade

 



O candidato Flávio Dino abre o verbo sobre as falsas denúncias veiculadas contra ele na TV de Edinho Lobão. Dino pede que todos os que acreditam na construção de um Maranhão De Todos Nós passe a Espalhar a Verdade.


 

REFLEXÃO DO DIA: Quem tem medo da boa polêmica?

 

Luciano Siqueira *

Estávamos nos estertores do regime militar e se multiplicavam os debates em toda parte sobre temas da atualidade, aos quais nós do PCdoB comparecíamos com entusiasmo. Afinal, enfim se podia discutir os destinos do País e também o direito de existência legal dos partidos então proscritos.

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Dilma abre 18 pontos de vantagem sobre Marina, aponta Vox Populi

 


Depois de muita especulação em torno dos resultados, foi divulgada nesta terça-feira (23) a pesquisa Vox Populi, encomendada pela Rede Record, sobre a corrida dos candidatos à Presidência da República. A pesquisa seria divulgada na segunda (22), mas por motivos desconhecidos, só veio a público nesta terça.


  
O levantamento aponta que a candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) obteve 40% das intenções de voto, enquanto a ex-senadora Marina Silva (PSB) tem 22%, o que representa uma vantagem de 18 pontos percentuais de Dilma sobre Marina. 

Comparando com a última pesquisa, Dilma tinha 36% da preferência do eleitorado, portanto aumentou em 4 pontos percentuais a sua vantagem. Marina, por sua vez, caiu 5 pontos, já que no último levantamento tinha 27% das intenções de voto. Aécio subiu de 15% para 17%.

Renato Rabelo: Desabrocha e cresce a campanha da reeleição de Dilma

 


O curso tumultuado e de acontecimentos abruptos da eleição presidencial vai adquirindo uma tendência de certa previsibilidade. Qual o centro da contradição em evolução? A luta entre dois projetos para o Brasil nas condições atuais, que se expressa em acirrado embate político e de ideias do campo democrático, popular e progressista em contraposição ao campo conservador, liberal-financeiro. Esta é a síntese da disputa política eleitoral da campanha pela presidência da República.

Por Renato Rabelo*


Desabrocha e cresce a campanha da reeleição de DilmaDesabrocha e cresce a campanha da reeleição de Dilma

O bloco conservador que compõe, na sua aliança, os grandes grupos de mídia do país, atingindo milhões de pessoas, já desde o ano passado concentrou o gume de seu ataque em fazer desacreditar a presidenta Dilma, numa feroz e ostensiva campanha antagônica. De modo explícito, seu objetivo eleitoral principal é impedir a reeleição da presidenta, abrindo caminho para a predominância dos seus desígnios. É impossível para essas forças conservadoras e oligárquicas, pró-imperialistas, como tem sido na nossa história, aceitar a continuidade do ciclo político aberto por Lula em 2002, que é expressão de correntes democráticas e de esquerda. Desse modo, por óbvio, para eles, o seu recurso confiável foi a escolha da candidatura de Aécio Neves, originário das hostes em defesa de seus grandes interesses, com o aval do grão-tucano Fernando Henrique Cardoso.